H.A.M.L.E.T.

  Versão contemporânea do clássico de William Shakespeare  
 

A montagem é ambientada num quarto de hospital onde Hamlet está internado depois de sofrer uma crise nervosa. Neste cenário (ao mesmo tempo asséptico e convulsionado) se instaura uma atmosfera de delírio. Polônio aparece aqui como um médico psiquiatra; Ofélia como uma frágil enfermeira; Gertrudes como uma viciada em analgésicos; Hamlet como um homem obeso, permanentemente dopado.

Roberto Alvim assina proposta  contemporânea da obra de William Shakespeare, H.A.M.L.E.T 

Na direção, cenário e figurinos encontramos a talentosa Juliana Galdino,com direção precisa e contida, perfilando o universo sombrio da peça de Shakespeare. 

Cenário e figurinos bem conceituados revelam que a companhia Club Noir cuidou bem da estética geral desta montagem. 

O grupo de atores mostra empenho e seriedade no trabalho, após meses de pesquisa, mas alguns intérpretes não acompanham a proposta da direção, nem do autor.

Faltou experiência ou tempo na preparação individual dos atores. 

Meu destaque é para a atriz Janaína Afhonso que, com conhecimento do ofício e com brilho, mostra força na interpretação e performance. 

Nada desmerece a iniciante companhia que traz um trabalho diferenciado para a cena paulistana, mas nas futuras encenações cabem alguns ajustes.

Vale a pena conferir  e ficar atento aos próximos trabalhos da companhia Club Noir. 

Pamela Duncan 

Jornais associados

Pameladuncan2005@yahoo.es

www.pameladuncan.art.br 

Club Noir

Rua Augusta 331 tl 32558448

Deixe um comentário